sábado, 24 de outubro de 2009

Coragem para ser maluco

"Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens." 1 Co 1:25

É preciso coragem para enlouquecer.

Ser doido mesmo, de carteirinha, não é coisa para qualquer um.


Num desses dias em que pensamos mais que de costume no salmo de Asafe, o 73, em que ele afirma quase ver os seus pés resvalados por ver a prosperidade dos ímpios, dos que andam à margem dos princípios de Deus, da prosperidade dos maus, do seu enriquecimento servindo-se do Evangelho (ou indo contra ele), da sua vida regalada, sem apertos, quase desistimos...

Dá-nos uma tremedeira e um frio na barriga pensar que diante de nós, só resta o andar completamente sem sentido nenhum, sem lógica ou razão.


Servir mais do que já fez? Isso é loucura. Dar-se a esse povo que nem nota o benefício e está a servir-se de você? Isso é idiotice. Perdoar novamente? Ela (ou ele) não merece, não seja idiota. O quê? Oferecer os melhores anos da sua vida para coisas que não são certas ou que não sabemos se vão trazer resultados? Caia fora. Quem há de pensar em você? Quem há de cuidar de si? E o futuro? Meu Deus,..o futuro!!! E as garantias?... E quando lhe faltarem as forças? Você está ficando velho... a saúde já não é de um garotinho... É insano.

Continuar a passar apertado, numa terra distante para nada seguro ou que lhe traga a certeza que o seu sacrifício resultará? Nem morto! Você é um idiota.


Não dá nem para compartilhar com muita gente que ninguém iria entender.

Os parentes não entendem, os amigos não chegam lá, a esposa nem acompanha. Não faz nexo.

Imagine Abraão compartilhando com os vizinhos que iria ao monte Moriá sacrificar o filho que esperou por tanto tempo. Deus mandou o que, seu maluco! Está louco! Amarrem o cara!

Ou Daniel contar aos amigos que não iria nem a pau obedecer ao rei, que estava pronto a ir pra cova dos leões... Tá amarrado! Invente algo, faça uma concessão, não precisa ser tão ferro e fogo, abra mão dos princípios, flexibilize-se, mas livre-se dessa, cara!

Jesus, por muito menos, só de dizer aos 12 que iria beber um cálice difícil de engolir, foi repreendido.
Pense em si, Jesus! Poupa-te! Nunca, disse Pedro!

Imaginem só quantas ideias malucas passaram na cabeça de Deus quando tirou a vida de alguém que julgávamos imprescindível para a Sua obra, contrariando a nossa "compaixão" e senso de inteligência, ou não livrou a cara de alguém que julgávamos importante, de um leito de morte, ou quando destruiu alguma obra que julgávamos fantástica, ou guiou a vida de muitos dos nossos heróis por caminhos completamente improváveis, só para no final, fazer algo que só estava na Sua divina cabeça...
tenhamos ou não visto algo que justificasse.

Se desejamos mesmo viver o que Deus nos propõe, o que chamamos de "ministério cristão", esperemos por algo que não tem lógica alguma.


Se amamos e queremos viver a cruz de Cristo, então temos de nos preparar para algo que não faz o menor sentido.


Nesses dias em que temos montes de desafios só temos pela frente o engolir seco do improvável e das dúvidas (compartilhamos isso ontem, eu e o Danilo, maluco do Genizah), não há para nós, outro caminho ou atalho. Para quem tem tentado só viver o plano de Deus, as coisas não têm nexo.

Mas, afinal, entre coisa e outra, há algo forte que me obriga a prosseguir: a mão do Senhor. Ele e não eu. Ele e não as seduções do "outro caminho, o largo, o fácil, o "das multidões". O outro, não é o da cruz, é sim, o da poltrona, dos holofotes, dos aplausos,...

Como disse Asafe, nesse salmo:
"Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti." (v.25). Queremos Ele? Então estejamos preparados.

Mas isso, na lógica humana, não faz mesmo, absolutamente sentido algum...

Se quisermos mesmo seguir Jesus, preparemos-nos, com muita coragem, para algo completamente maluco.

6 comentários:

Cintia Abrantes disse...

"Somos loucos por amor de Cristo..."

Ontem mesmo, estava na conversa com uma pessoa cá da terra, e estivemos exactamente a tocar nesse assunto, de dar o braço a torcer, e a pessoa dizia: De maneira nenhuma! se não a fulana, vai ficar se gabando em cima das minhas costas...
Já dizia o Rubem Alves, parece que as coisas com Deus é tudo ao contrário.
Caminhar a segunda milha, dar a outra face...
Um grande abraço!!!

Alice disse...

Rubinho,

como se diz aqui no Brasil, agora vou "rasgar as sedas":

Irmão, vc escreve com a alma e certamente sob ionspiração divina !!
adoro seus textos que nos levam a pensar , a comparar, a indagar ... Obrigada por vc escrever sempre.


super abraços a ti e a Betânia !

Rubinho Pirola disse...

Obrigado pelos coments, amigas queridas.

Não temos mesmo outra opção: ou a loucura da cruz ou a sabedoria do mundo...
E mesmo nas nossas lutas, contamos uns com os outros e com os encorajamentos de vocês.
Próximos, mesmo longe.

Beijão.

Ricardo Mamedes disse...

Olá Rubinho,

De novo aqui fazendo uma visita ao seu blog. De fato Deus faz coisas estranhas para o nosso pequeno intelecto. E é nesse momento que devemos voltar a Romanos 9: "quem somos nós para discutir com o Criador?" É que os pensamentos dEle são mais altos do que os nossos...
No entanto, o seu é um nobre mister, mesmo que árduo: levar o Evangelho de Cristo a toda criatura - no seu caso, 'além mar'. O conforto, meu caro, é que você está "juntando tesouros para a eternidade" - e esses são os que realmente valem a pena.
Ah, escrevi um post criticando a nova obra do José Saramago, grande autor aí da 'terrinha' (Caim). Se tiver um tempinho e vontade, dê uma olhadinha no meu blog.
Que Deus esteja contigo na sua caminhada!
Em Cristo.

Alan Brizotti disse...

Grande Rubinho!

Loucura é comigo mesmo kkk
Ótimo post, valeu!

Abração (ano q vem tô por aí...)

Michelle Ramos disse...

Linda mensagem, foi perfeita pro meu coração Rubinho! Que Deus possa estar sempre te abençoando! Arte neles!;)