sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O Ministério do Juízo adverte!


"Então creram nas palavras dele e cantaram-lhe louvor.
Cedo, porém, se esqueceram das suas obras;
não esperaram pelo seu conselho;
mas deixaram-se levar pela cobiça no deserto,
e tentaram a Deus no ermo. Deus lhes deu o que pediram,
mas fê-los definhar a alma." Sl 106:12-15

Cuidado os que querem brincar com Deus, o Senhor!

Os que querem fazer Dele, o santo-padroeiro, o ídolo de cabeceira, a entidade da hora.

Pelo menos, acho que é assim que vêem-No os que O procuram hoje e até é assim que pintam-No os que descobriram o filão e chamam a isso, pregar o evangelho - nas TVs, nas rádios, nas igrejas.

Se acham que a "boa notícia" é fazer tudo o que é sacrifício, mandinga, negociata, cumprirem com exigências religiosas porque pensam que podem domesticar Deus e fazer com que Ele lhes atenda os caprichos e deleites, cuidado. Ele bem pode atendê-los todos.

Como aliás foi no deserto, há muito tempo atrás - e registrado nas Escrituras - mas o preço foi alto.

Como crianças mimadas que teimam em chatear os pais até que esses o atendam e acabam por pagar caro pelas consequências, próprias de quem não vê além do que a própria imaturidade enxerga, Deus pode bem fazer o que Lhe pedem, mas não como bênção, mas sim para correção, castigo e... juízo.

Por isso, por viverem com a alma definhada, mais e mais, esse pessoal não se satisfaz e continua comprando gato por lebre nesse jogo de "me engana que eu gosto", sem nunca terem a vida aprumada.

Depois não digam que eu não avisei. Ou o versículo ai de cima.

Fui!

2 comentários:

Dra. costa disse...

Ministério ora vacilante e relegado a segundo plano. É mais fácil se deixar levar por emoções manipuladas que meditar nos ensinamentos do Mestre. Meditar é cansativo...
Amplexo.

Rubinho Pirola disse...

É isso mesmo, amiga.
É o império dos sentidos, o reinado do ventre... E chamam a isso, evangelho. Como se a boa notícia fosse a que estamos todos ainda debaixo da servidão da carne.
ÔmeuDeusdocéu!...

Um amplexo pra você também. E que Ele nos mantenha firmes! Obrigado pelos seus comentários!