segunda-feira, 20 de julho de 2009

Estou de volta para o meu aconchego...


Voltei.

Com uma saudade enorme da minha casa.

E descobri surpreso, que a minha casa não é um lugar,
mas um tempo.


Um tempo onde tenho os amados à mão,
ou à distância de um abraço.


Um tempo onde os seus rostos
não são somente uma foto pendurada na parede dos meus afetos.


(A vida de um viajante não é fácil!)

3 comentários:

Betânia Pirola disse...

Que lindo...
Tudo que conversamos nestes dias foi sobre o tempo, os nossos tempos! E como temos muitos...
Te amo! Te admiro e quero a cada dia ver-te ir mais longe, no tempo. E eu, se Ele permitir, irei sempre junto, querendo mais e mais!

Danilo Fernandes disse...

Seja bem chegado! Saudades sua. De seus comentários supimpas!

Me afeiçoei ao camelo! Trouxe contigo? Risos.

Danilo

clara porfírio disse...

Bom saber q estão de volta...e que também foi bom e é bom voltar...espero em breve poder estar por ai de novo, muitas saudades, clarita.