sexta-feira, 30 de maio de 2008

Sem fé e sem amor!

"E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." (Mt 24:12)

Parem o mundo que eu quero descer!!!!
Em relatório vergonhoso, a Save the Children, divulgou há dois dias que os soldados das forças de manutenção da paz da ONU e funcionários de O.N.G.s, estariam a abusar de crianças (algumas com apenas 6 anos de idade!) em vários países - do Haiti, na América Central ao Sudão e Costa do Marfim, em África. Ou seja, quem deveria protegê-las, usam (e abusam) da proximidade a comunidades esfomeadas, perseguidas, esquecidas e compram-nas, utilizam-se delas (com doces, moedinhas e outros géneros). Ao invés de servirem-nos, usam os pobres e desesperados.
Haverá mesmo fé na terra daqui a nada? Haverá ainda amor quando o Senhor voltar?
A coisa fica ainda pior, quando vemos as próprias comunidades da fé, a girarem em torno delas próprias em projectos que só dizem respeito os interesses do seu umbigo. Sem paixão pelo outro, sem choro pelos que se perdem, sem oferecerem-se a si mesmos para que esse mundão seja transformado.
O amor leva-nos, não aos sentimentos, mas às acções. Fé é algo prático. E fé, sem amor, é só exercício de coreografia religiosa e serve somente aos nossos propósitos egoístas. A igreja precisa se levantar. Enquanto é tempo...
Maranata, Senhor... e rapidinho!

Nenhum comentário: